As franquias de livraria, papelaria e gráficas têm diversos os pontos e públicos. Podem estar instaladas em ruas de grande circulação, proximidades de escolas e até em centros comerciais e empresariais com bom fluxo de pessoas. O número de itens comercializados é extenso, possibilitando angariar clientes de diferentes faixas e interesses.

De acordo com os números divulgados pela Associação Brasileira de Franchising (ABF) no início de 2016, o setor de franquias apresenta crescimento extraordinário e constante desde o ano de 2005, quando exibia um faturamento de R$ 35,8 bilhões, até uma década depois (com crescimento de 290%), em 2015, com mais de R$ 138 bilhões.

(Fonte: Sebrae)